Disputa por prefeituras tem 640 candidatos ‘sujos’

Registros foram indeferidos, mas campanhas são mantidas com recursos no TSE

A sete dias da eleição, em 11% das cidades ao menos um concorrente poderá não tomar posse caso seja eleito por causa de condenações pela Justiça Eleitoral. Rio é o 2º estado com maior proporção de municípios nessa situação.

Em 602 cidades do país, caso o Tribunal Superior Eleitoral não julgue nos próximos sete dias recursos de 640 candidatos a prefeito, os eleitores poderão votar em políticos que correm o risco de não assumir o cargo porque tiveram candidatura indeferida nos TREs devido a irregularidades, revelam Juliana Castro e Vera Araújo. Nesses casos, os votos serão considerados nulos e assumirão os segundos colocados. O TSE diz que julgará os recursos até o fim de dezembro, antes da diplomação dos eleitos. (O Globo)

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s