Artigo sobre o ‘PAC das concessões’

Privatizações ou ‘concessões’ na novilíngua petista

MIRANDA SÁ (E-mail: mirandasa@uol.com.br)

 

Depois que Soninha Francine descobriu que os porcos do PT haviam se humanizado, lendo a Revolução dos Bichos, fábula genial de George Orwell, não custa a gente se transportar para o mesmo Orwell e encontrar em ‘1984’ o totalitarismo em proporção superior impondo até palavras, a ‘novilíngua’.

Os porcos humanizados do PT criaram a sua própria novilíngua, cortando do dicionário a palavra ‘privatização’ e substituindo-a por ‘concessão’, para esconder a tardia adesão ao neoliberalismo diante dos militantes inculcados por um falso anti-capitalismo.

A partir de um agourento 13 de agosto, começou a contagem regressiva para a adoção das medidas ‘neoliberais’, exageradamente combatidas por eles no governo tucano de Fernando Henrique Cardoso. A presidente Dilma Rousseff está pronta para anunciar o “PAC das concessões”, que vinha sendo remoído por sua equipe.

Agora, os lulo-petistas perderão o discurso mais radical contra a ‘direitona’ dos seus opositores. A recente figura da transgenia econômica do PT-governo, os PAC aqui, PAC acolá, além de ter se atrasado para pegar o bonde da História, não traz o planejamento necessário para cumprir a meta.

Dilma, conhecida simpatizante do extremismo, corre para recuperar o tempo perdido, abarcando um mundão de setores necessitados de investimentos, aeroportos, estradas, ferrovias e portos. Enfocar, porém, essa ação divergente, deu mais trabalho aos marqueteiros do que aos economistas oscilantes entre a realidade do mundo globalizado e o ultrapassado, ainda que utópico socialismo mostrado à militância.

O anúncio do “PAC das concessões” já foi adiado três ou quatro vezes. Mas, tanto faz como tanto fez como já se referiu alguém: “o pacote poderia ser anunciado hoje ou daqui a um mês ou 47 dias…”

A fraquíssima equipe econômica dilmista empurrou com a barriga o programa, improvisando um tapa-buraco para atender à Presidente, que detectou (por conta própria ou sopro no ouvido) que a economia não vem reagindo às injeções excitantes preparadas às pressas pelo ministro (!?) Mantega.

Em termos de dinheiro, o pacote de adesão aos postulados do neoliberalismo prevê investimentos que devem passar dos R$ 90 bilhões, chegando talvez a mais de R$ 100 bilhões, em cinco anos, para a participação do setor privado.

Mesmo trocando o rótulo da ‘privatização’ pelo da ‘concessão’, o que está por vir – não se enganem – será a doação aos amigos do peito, como FHC foi acusado de fazer… E mesmo que não sejam ‘do peito’, serão sem dúvida ‘do bolso’, enriquecendo ainda mais os ‘consultores’ lulo-petistas.

Quem teve acesso ao programa, viu que as medidas consistirão na doação de milhares de quilômetros de rodovias federais à iniciativa privada, assim, quase de graça; e, dando um pouco de trabalho e algum investimento (com a grana do BNDES), ferrovias também serão distribuídas.

Para maior prejuízo ao Erário, aeroportos e portos construídos com verbas públicas irão para quem nada investiu neles, os bem-aventurados que embolsarão recursos do BNDES em nome de remodelações e melhoria dos serviços…

É claro que tudo vai girar no redemoinho dos pelegos corruptos, aloprados, mensaleiros e sanguessugas que, acostumados a mamar nas fartas tetas do PT-governo, terão ainda a seu favor uma odiosa intervenção na CLT, arrancando dos trabalhadores as conquistas consagradas na legislação trabalhista.

Assim serão os pelegos, os novos capitalistas no mundo da exploração do homem pelo homem, tal qual a máfia russa que sobreviveu nos lixões do capitalismo de estado da finada União Soviética…

 

Anúncios

5 Respostas para “Artigo sobre o ‘PAC das concessões’

  1. Rosmany Aires

    A Escolha do dia 15/08 não foi feita de propósito? Afinal, Joaquim Barbosa tá lendo seu voto hoje… e o povão só falou nas concessões.

  2. Caras de Paus !!!! MUDARAM O NOME PARA SE SENTIREM SEREM OS SRS. DA RAZÃO !!! Ótimo artigo Miranda!Abs.

  3. Fernando T C Saraiva

    Em 9/2/2012 o economista Enéas de Souza escreveu um texto no Sul21 que trata deste assunto (aeroportos); fiz um comentário abaixo do texto dele que ainda esta lá mostrando que a Dilma por não ter coragem de fazer a coisa por inteiro usa a palavra concessão (novilingua) substituindo a palavra privatização. Gostei do seu texto. Abr. Fernando

  4. Ei Miranda…. A utopia petista foi desmascarada ! Os petezinhos da base, estão se sentindo órfãos! E olha, que o orfanato foi privatizado! rsrs

  5. Preparem-se, depois da adoção da novilíngua, vem aí a “polícia do pensamento” …. Temo pelo futuro dos meus filhos e netos …. O que mais estamos esperando para começarmos uma revolução contra esses comunas safados ??!!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s