TSE recua e libera contas sujas já nestas eleições

Dias Toffoli desempata votação; recurso foi pedido pelo PT, apoiado por 17 partidos

O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) recuou ontem de sua própria decisão de março que exigia dos candidatos nas eleições deste ano ter as contas de campanhas anteriores aprovadas pela Justiça. Com o novo entendimento, volta a ser necessária para registro de candidatura apenas a comprovação de prestação, mesmo que não aprovada, de contas da eleição anterior. À decisão de ontem foi motivada por um recurso apresentado pelo PT, com apoio de 17 partidos.

Na terça-feira, três ministros votaram a favor e três foram contrários. O ministro Dias Toffoli, que pedira vista, desempatou a decisão. Em março, quando a norma foi aprovada, ele não fazia parte do TSE. Toffoli substituiu Ricardo Lewandowski, que, à época, votou pela proibição dos contas-sujas. (O Globo)

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s