Artigo de fim-de-semana

Milenar cultura chinesa e vacilação de Erundina

 MIRANDA SÁ (E-mail: mirandasa@uol.com.br)

 

Vem do sábio Kung-Fu-Tse, o popular Confúcio, o ensinamento de que ‘a imagem vale por mil palavras’. Se a milenar cultura chinesa e a filosofia de Confúcio tivessem conhecido a fotografia, tal como conhecemos hoje, registrariam que algumas fotos sequer precisam de legenda…

Confirma-se isto no fato que está em todas as cabeças e tomou conta da Rede Social: a representação plástica de Lula-Haddad-Maluf sorridentes nos jardins da mansão do ex-prefeito paulistano, cena que o deputado Esperidião Amin classificou como o ‘cerimonial de um casamento ao ar livre’,

A imagem vale por um milhão de palavras, quase uma Enciclopédia Britânica, e deixou perplexos os brasileiros, sem exceção. Envolvida nesse embroglio, a deputada Luisa Erundina, disse que “sentiu repulsa” e retirou-se da chapa de Haddad onde representava o seu partido, o PSB.

Isto aguçou a minha curiosidade. Gostaria de entrar no cérebro da ilustre paraibana, e levar choque dos seus neurônios para saber o real motivo da repulsa, já que ela se mantém apoiando a aliança de Lula com Maluf.

Erundina sofrera anteriormente discriminação e preconceito de Lula, ao aceitar o convite de Itamar Franco para integrar o Ministério de União Nacional, no calor da redemocratização do País. De lá para cá, passou muita água debaixo da ponte e ela já deveria ter se conscientizado de que o Pelegão não tem apreço pela verdade e a ética, por faltar-lhe retidão de caráter.

É por isso que sinto vacilação de Erundina neste caso, e ela, sendo religiosa, deveria ter aprendido no catecismo que não se pode acender uma vela a Deus e outra ao Diabo.

Vejo um injustificável oportunismo dela, o mesmo engenho de Lula, acariciando o antigo e ferrenho adversário na presença deslumbrada do candidato que impôs ao seu partido e quer obsessivamente impor a São Paulo.

O Brasil letrado e pensante enxerga claramente que não há traços ideológicos entre muitos quadros do PT e Maluf, mas vê que Lula tem cultivado afinidades com aqueles que no começo da vida política combatia com bravatas…

Nessa situação, vê-se também que o lulo-petismo usa a presidente Dilma nas barganhas em que trocam cargos públicos por alianças que darão alguns minutos (e até segundos) de televisão e rádio aos candidatos de Lula.

É a nova modalidade de ‘mensalão’. O jogo é descarado, porque os estrategistas lulo-petistas partem do princípio de que o povão não se interessa pela velhacaria da política burguesa. Quem tem bolsa, embolsa a bolsa; quem se fanatizou pelas falsas idéias ‘esquerdistas’ de Lula submete-se à cega servidão.

A realidade é que Maluf é o mesmo de sempre; aquele que Lula chamava de ‘filhote da ditadura’ e denunciava como ladrão. Estes rótulos dominaram corações e mentes de paulistas e brasileiros em geral, divulgados indistintamente por petistas, tucanos e outras facções menos votadas… Hoje, a ‘política de resultados’ vê Maluf apenas como um ‘prócer do PP’, apto a negociar alianças.

No caso do lulo-petismo, porém, esse paulistano prefeito biônico da ditadura,

símbolo da malversação do dinheiro, não é o único parceiro. E é isto que a deputada Erundina devia ler nas milhares de palavras da fotografia que a repugnou. Na foto de grande angular de Lula encontram-se sorridentes símiles de Maluf, Fernando Collor, Jader Barbalho, José Sarney, Renan Calheiros e Severino Cavalcanti..

No grandioso painel que realça colorindo o carisma do pequeno ditador do ABC paulista, vale milhares de palavras para um capítulo da História do Brasil: a justificativa dos mensalões, dossiês, barganhas e pouca vergonha sob o título de pragmatismo.

 

 

 

Anúncios

3 Respostas para “Artigo de fim-de-semana

  1. Meu caro Miranda; o 9 dedos disse que até Jesus Cristo faria aliança com Judas prá ganhar uma eleição. Precisa dizer algo mais?

  2. Lelezinha_09 (Zinha)

    Mto bom seu comentário,amigo. Até parece que Erundina só conheceu o Maluf e nunca teve informação sobre as sujeiras do PT/Lula e que apenas por causa de uma foto ela caiu em si… E continuará apoiando o Haddad,mas não ao lado do Maluf! Parece coisa de Maria-Doida!rsrs
    Adorei sua expressão:”pequeno ditador do ABC paulista”! rsrs Ótima! Mto bem empregada!
    Abç

  3. nelson h coelho

    Perfeito comentário havia esquecido do convite feito a Erundina parabéns

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s