Senadores planejam ausência para salvar colega Demóstenes

Parlamentar investigado fica em silêncio na CPI, e sessão termina em briga

Um grupo de senadores se mobiliza para evitar que um movimento articulado nos bastidores da Casa leve à absolvição de Demóstenes Torres (sem partido-GO), investigado por sua ligação com o bicheiro Carlinhos Cachoeira. Para os aliados de Demóstenes, seus delitos são menores do que pareciam, e a estratégia para salvá-lo é faltar à votação em plenário. “Há um movimento subterrâneo para incentivar a ausência”, diz o senador Rodrigo Rollemberg (PSB-DF). O Conselho de Ética da Casa deve decidir pela cassação. No plenário, onde o voto é secreto, a cassação precisa ser apoiada por 41 parlamentares. Na CPI do Cachoeira, ontem, Demóstenes ficou calado, mas a sessão terminou em briga entre os integrantes. O deputado Silvio Costa (PTB-PE) atacou Demóstenes, e o senador Pedro Taques (PDT-MT) reclamou do tom usado com o investigado. Costa reagiu a Taques e chamou Demóstenes de hipócrita. O bate-boca terminou em palavrões. (O Globo)

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s