Berilo Wanderley

SANGUE E ÓPIO

Tu trouxeste nos lábios um punhado
de sangue, feito de volúpias loucas.
E o sangue nos meus lábios derramado,
sentimos gosto de ópio em nossas bocas.
Bebe de um sorvo as minhas queixas roucas!
Mistura o teu pecado ao meu pecado!
E depois, muitas horas serão poucas.
E tanto, tanto sangue derramado…

Os teus beijos ateus vão-se, deixando
gosto de tua carne em minha boca
e um gosto de ópio me narcotizando.
E tu hás de sentir, quando me deixas,
uma vontade triste de ser louca,
pois bebeste tristeza em minhas queixas…

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s